Céu claro e estou quase lá

 

 

Hoje o céu estava estrelado em Curitiba.

 

Foi a primeira vez em 60 dias que a noite foi de céu claro, estrelado.

 

Gosto de Curitiba e do clima daqui, mas sinto falta das estrelas. Pode fazer sol de dia (e faz bastante sol), mas as noites são quase sempre nubladas. E frio e céu estrelado combinam, porque o céu fica mais claro do que no verão, quando há mais partículas e umidade na atmosfera. (Bem, ainda é verão, mas rolou um lampejo de outono; um sopro de ar frio fora de época. Mas ainda fará algum calor.)

 

Bem, apreciarei as estrelas. É bom. A gente tende a esquecer o céu. Sugiro que o apreciem também.

 

Se não houver nenhum imprevisto, postarei Memórias na quarta à noite. O texto está pronto, mas falta lê-lo novamente, para uma última revisão. A edição já foi feita. Então, além da revisão final, falta escolher e incluir as imagens, o que é trabalhoso, embora bem menos que escrever. Depois provavelmente terei de me bater com a caixa de texto do WordPress, que é simplesmente terrível. Já estou a mais de 50 horas trabalhando em cima dele. Ficou acima das minhas expectativas; ainda bem, pois temia esquecer algo desde que tive a ideia, no meio de um sonho. Mas deve ser quarta.

 

Até lá.

 

F.

 

[ATUALIZAÇÃO: Terminei a revisão e o texto está pronto. Determinei a posição das imagens, mas falta escolhê-las. O atraso justifica-se pelo tamanho do texto. Tive de pensar em formas de fazê-lo mais curto e legível. Vou postar seus cinco capítulos separadamente, com um intervalo curto entre eles. Daí, depois de publicar o último, disponibilizarei uma versão completa, acompanhada de um arquivo para download. Demorei até chegar a esta conclusão. De todo modo, sim, publicarei a primeira parte amanhã, quinta, dia 11. A segunda no sábado ou no domingo. E as restantes durante a semana que vem. Sim, não passará disso. Eu mesmo não aguento mais.]

 

 

2 comentários sobre “Céu claro e estou quase lá

  1. Faaaala, meu caríssimo!

    Bem, pela sua descrição, SP não difere muito de Ctba. São sempre aquelas típicas descrições de meteorologia: “Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.”

    Daí realmente fica difícil ver as estrelas.

    Um abraço.

    PS: [i]Sei que andas ocupado, mas seria pedir muito por pelo menos uns dois posts por semana? Sabe como é… foi difícil engolir essa semana sem posts novos, haha.[/i]

    • Grande Giulio.

      É, as noites nubladas me irritam. O pior delas é que, como são nuvens baixas, as luzes da cidade refletem demais, fazendo a noite ficar clara. Um tom avermelhado morto. Putz, dá uma melancolia. Noite tem de ser limpa, cristalina, estrelada. Foda.

      Giulio, estou elaborando um post que na verdade é uma dissertação de autoanálise. Se estás sentindo falta de ler, te tranquilizo: terás TANTA COISA PRA LER que irás torcer pra que fique umas duas semanas sem postar mais nada, he he.

      abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s