Imagens. A montanha

 
 
Olá.
 
 
Tempos atrás encontrei este vídeo, nos mares do ciberespaço. É muito, muito bonito.
 
 

(Sugiro vê-lo em tela cheia, clicando nas flechinhas na diagonal inferior direita.)

 
 
Não é, muito bonito? Sou suspeito para falar, claro, já que envolve céu, noite, estrelas, montanhas e essas coisas. E tem piano. Baita combinação, hein.
 
 
Ah. E veja o céu noturno em 0:32. Parece até montagem, mas aquilo ali é realmente o céu noturno, visto de um lugar alto, seco e isolado. Como montanhas em um deserto. O ar da atmosfera age como uma espécie de filtro que vai absorvendo e dissipando a luz. Mas a três mil metros de altitude no meio de um deserto, as interferências são ínfimas. É como se estivéssemos a um toque do espaço sideral; somente nós e ele, embora ainda podendo respirar. Então, é possível não ver só um mar de estrelas, mas o braço da Via Láctea e seu núcleo. É possível ver a mancha estelar e as nuvens de nebulosas. Demais, não?
 
 
Até mais.
 
 
F.
 
 
P.S.: um post breve, leve e singelo. I made it ; )
 
 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s